Home » Nossa História

Nossa História

Sintigrace 80 anos: tipografando uma história de luta!

simbolo dos graficosO Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Gráfica, da Comunicação Gráfica e dos Serviços Gráficos do Estado do Ceará nasceu em 09 de fevereiro de 1930, com o nome de Sindicato dos Trabalhadores Gráficos. O Sindicato é resultado da luta das várias associações de tipógrafos surgidas na capital do estado do Ceará, a partir da segunda metade do século XVII, entre elas as: Associação Tipográfica (1878), União Tipográfica Cearense (1911), Associação Gráfica do Ceará (1920).

A transformação da Associação em Sindicato foi de um pioneirismo histórico. Em 1930 não existia legislação sindical no Brasil. Porém as precárias condições de vida e trabalho dos operários da época impulsionavam os trabalhadores a criarem órgãos de resistência da classe. Neste cenário, os gráficos foram os primeiros a criar um sindicato no Ceará, impulsionando outras categorias a a criarem suas entidades.

Em 13 de abril de 1942, o Sindicato é reconhecido pelo Ministério de Estado dos Negócios do Trabalho e Previdência Social e recebe a denominação de SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS GRÁFICAS DE FORTALEZA, órgão representativo das categorias profissionais dos trabalhadores nas indústrias gráficas. Em 1991, o Sindicato realiza uma extensão da base territorial representativa e passa a chamar-se SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS GRÁFICAS NO ESTADO DO CEARÁ. Entretanto, o Ministério do Trabalho e Emprego só veio a reconhecer esta extensão de base e também sua reforma estatutária e o novo enquadramento sindical em 22 de janeiro de 2010, após uma enorme luta da atual diretoria iniciada ainda em 2006 e que para alcançar êxito contou com a colaboração de vários atores sociais. A partir desta data, o Sindicato passa a usar, oficialmente, o nome atual e representa todos os trabalhadores do seguimento da indústria gráfica em nosso Estado, inclusive as formas modernas de artes gráficas, independentemente da atividade fins das empresas.

Ao longo de sua história, várias foram as conquistas dos trabalhadores gráficos. Porém, é no setor gráfico de jornais e revistas que se registram, atualmente, os maiores avanços em termos de conquistas sociais, sendo piso salarial, transporte, auxílio-creche, dia do gráfico e seguro de vida, as conquistas mais importantes. No entanto, os demais segmentos do setor gráfico, ainda ressentem-se de conquistas sociais mais avançadas.
A atual diretoria do Sindicato dos Gráficos, imbuída pelo espírito histórico de luta de seus antepassados, procura mobilizar os trabalhadores gráficos para melhorar suas condições de vida e trabalho, denunciando, da mesma forma que em seu nascedouro, as precárias condições de vida e de trabalho dos operários gráficos no Ceará. E, ao lado das diversas categorias de trabalhadores do Brasil luta, desde os seus primórdios pela emancipação da classe trabalhadora.

Coming Soon